2012 – O Ano do Timelapse e as lições que aprendi

18/01/2012

Esse ano entrarei forte nas produções de timelapse, sem neura será um hooby e quem sabe um belo banco de imagens.
Na virada do ano fomos eu e a esposa acampar em Balsa Nova, o resultado dos registros foi esse.

A ideia desta diária era levantar necessidades básicas pra andar com equipamento em locais remotos.
A gente acha que sabe até a hora de realmente fazer, dai a falta de prática nos oferece um belo espelho.

Lição #1 – Repelente
Lição #2 – Cases para montagem e desmontagem rápida. Começou a chover e o desespero foi grande para guardar tanta coisa.
Lição #3 – Sombra… como exige paciência durante a montagem, uma mesa em um gazebo pode ser uma ótima idéia, se cai um parafuso na grama, adeus.
Lição #4 – Mais câmeras, em média pra fazer uns 5s de imagem vai 1h de disparo, depois de tudo montado. Durante essa 1h ociosa, o ideal é aproveitar para montar outra câmera em outro motivo.
Lição # 5 – Tripé firme. Ao usar lentes longas o equilibrio do momentum da montage da lente é fatal, pode-se perceber no vídeo o horizonte fora de registro.
Lição #6 – Workflow de pós-produção já tem que estar bem definido, senão, é grão em cima de grão, ruído na imagem e etc. Já pesquisei e encontrei um formato fera.
Lição #7 – Paciência, um dia só é pouco tempo, o legal é ir colecionando imagens e montar um acervo.
Lição #8 – Sozinho é chato, uma boa companhia é fundamental.
Lição #9 – Prática é vital, corre-se o risco de perder o grande momento por ter gasto tempo calculando os valores de intervalo e deslocamento de travelling.
Lição #10 – Uma cabeça telescópica robotizada para tilt e pan é essencial, não um luxo. Como precisamos sair de um lugar e terminar em outro no movimento de travelling, é um jogo de estica e puxa pensar no enquadramento inicial X enquadramento final. Logo, um artifício para reenquadrar no final do movimento é desejavel.
Lição #11 – Saco de areia é indispensável.


Já esse outro teste que fiz no morro do Anhangava durante a noite me ensinou mais algumas coisas.

Lição #12 – Não leve um amigo que não entende da arte, ele fica ansioso para ir embora.
Lição #13 – Lentes rápidas, claras.
Lição #14 – Movimento com re-enquadramento é uma solução desde que bem escondido do espectador.
Lição #15 – Aprender a fazer bracketing/HDR. Sair de uma situação de luz alta pra uma longa exposição é vital.
Lição #16 – O Youtube é um estraga prazer. Você se dedica para obter boas imagens e ele vai lá e estraga tudo na hora da publicação. Vimeo Rules !

Comentários